Resultados dos testes médicos/clínicos

Em relação aos testes médicos e clínicos dos nossos aparelhos, apresentamos-lhe os resultados de 11 diferentes organizações (médicas) que já testaram nossas unidades portáteis MedicCleanAir® HEPA / ULPA e publicaram esses resultados nos relatos de algumas organizações médicas de renome, tais como a Sociedade de Infecção Hospitalar e o "Transplante de Medula Óssea". Informações e detalhes adicionais sobre os relatórios de teste podem ser obtidas na sede da MedicCleanAir®.

Relatório do Hospital Santa Croce em Cuneo, Itália

Relatório do Hospital Santa Croce em Cuneo, Itália - Universidade de Gênova – Instituto Nacional contra o Câncer - Itália.

Esta organização queria saber que dispositivos portáteis da MedicCleanAir® eram capazes de, a longo prazo - 2 ANOS DE TESTE - purificar o ar suficientemente para pacientes imunocomprometidos.

Os documentos seguintes poderão ser encontrados no tópico "imprensa":

  • 1 a) S. Croce e Carle Cuneo - Itália BMT 2002
  • 1 b) a mesma organização, mas com análise de custo/ benefício que comprova que se pode fazer uma poupança de 161'000 € por ano através da instalação dos dispositivos MedicCleanAir®.

Estudos Triparamétricos sobre a Aspergilose
clínico – laboratorial – microbiológico

Departamento de Transplante de Medula Óssea
Universidade de Gênova / S. Croce, Cuneo


Figures with MedicCleanAir

Conclusão
Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® não só reduzem a contaminação dos quartos dos pacientes, como NAO HOUVE QUALQUER CONSTATAÇÃO DE PACIENTE INFECTADO DESDE A INSTALAÇÃO DOS DISPOSITIVOS PORTÁTEIS HEPA DA MEDICCLEANAIR!

Relatório do Hospital Universitário de Antuérpia, Bélgica

Relatório do Hospital Universitário de Antuérpia, Bélgica – Departamento de Neonatologia: efeitos dos dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® sobre a contaminação das unidades de tratamento intensivo de neonatologia durante as obras de renovação.

Esta organização queria saber quais eram as capacidades dos dispositivos portáteis da MedicCleanAir® quanto ao combate da contaminação durante obras de renovação numa unidade de cuidados intensivos de neonatologia. – durante um ano de monitoração –

O documento seguinte poderá ser encontrado no tópico "imprensa":

  • Journal of Hospital Infections 2000

Conclusão
Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® reduzem a contaminação até pelo menos 75% em todos os lugares, e entre 90% e 100% nas quartos de isolamento. Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® foram ligados – segundo as instruções do fabricante – no nível 2.

Relatório do Hospital Universitário de Bonn, Alemanha

Relatório do Hospital Universitário de Bonn, Alemanha – Departamento de Hematologia: efeito dos dispositivos MedicCleanAir® na contaminação dos quartos dos pacientes

Esta organização queria saber se os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® eram capazes de manter o nível de ZERO UFC/m3 por um longo período de tempo, mesmo se as janelas se encontram abertas no quarto do paciente.

Os documentos seguintes poderão ser encontrados no tópico "imprensa":

  • 3 a) DGKH Alemanha 2007 Hygiene bei ummunsuprimierten Patienten [higiene e pacientes imunocomprometidos-N.T.]– apresentação do Dr. A. Simon: página 3: Tabela MedicCleanAir® com resultados
  • 3 b) DGKH Alemanha 2005 - estudo da Universidade de Bonn, Alemanha - Dr. A. Simon:
  • 3 c) DGKH Alemanha 2005 – organização Alemã para a Higiene Hospitalar: veja a página 9/24 do lado direito, Segunda-feira 3 de Abril de 2006, Workshop e Conversas MedicCleanAir® das 17h45 até às 19h - Sala 2

Conclusão
O Hospital Universitário de Bonn chegou à conclusão que são necessários 2 dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® para reduzir totalmente a contaminação (ZERO UFC/M3) no quarto de um paciente (de oncologia), MESMO COM AS JANELAS ABERTAS. Os dispositivos estiveram em funcionamento no nível 2 apesar de os dispositivos terem o dobro da capacidade, no nível 4.

Relatório do Hospital Universitário Sart Tilman - Liège, Bélgica

Relatório do Hospital Universitário Sart Tilman - Liège, Bélgica – Departamento de Controle de Infecções – veja documentos em anexo relativos e este teste científico

Este Hospital Universitário queria descobrir com que rapidez e que percentagem os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® podiam reduzir a contaminação existente.

Os documentos seguintes poderão ser requisitados na sede da MedicCleanAir®:

  • 4 a) Hospital Universitário de Liège 051010 Avaliação MedicCleanAir® - departamento de higiene: relatório do hospital
  • 4 b) Hospital Universitário de Liège 051010 relatórios dos testes: avaliação final

Ilustração


Mobile HEPA Units


Conclusão
Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® reduzem a contaminação de 75% até 100% em poucos minutos.

Relatório VITO - Belgo Nucleaire

Esta organização testou os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir®

e chegou à conclusão seguinte:

Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® reduzem a contaminação do ar num quarto de 3 x 5 x 3 metros de altura dentro de máximo 30 minutos.

Ilustração


HEPA Units


Conclusão
O dispositivo de medição da organização só foi capaz de medir a redução da contaminação pelo MedicCleanAir® unidades a cada 30 minutos. A partir da primeira medição, a contaminação já tinha sido reduzida para praticamente ZERO. O tempo de espera até a eliminação da contaminação ser reduzida é entre 0 e 30 minutos.

Relatório Institut Pasteur – Lille – França

O Institut Pasteur foi solicitado pelo Hospital Universitário Saint-Pierre de Bruxelas para testar vários dispositivos de purificação (A MedicCleanAir® instalou os dispositivos em 30 salas de isolamento para pacientes com doenças infecciosas e tuberculose)

A organização Pasteur é a organização por excelência no que diz respeito à efectuação de testes em dispositivos portáteis HEPA para instalações médicas.
Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® reduzem a contaminação do ar num quarto de 3,46 x 4,70 x 2,70 metros de altura dentro de 7 minutos quando é ligado no nível 2. O nível 2 é o nível recomendado por nós como fabricantes.

Conclusão
Os dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir® são capazes de reduzir a contaminação dentro de 7 minutos.

Universidade de Leuven - Bélgica

Correntes de ar num quarto de paciente de 4 x 5 x 2.8 de altura.

Mediente pedido da MedicCleanAir®, a Universidade de Leuven testou as correntes de ar criadas pelo dispositivo portátil HEPA da MedicCleanAir® quando ligado no nível 2.

Conclusão
Cada canto do quarto recebe ar purificado pelo filtro HEPA dentro de 11 minutos, se o dispositivo HEPA estiver ligado no nível 2. Quando colocado no nível 4, duas vezes mais do que a capacidade do dispositivo, isto acontecerá ainda mais rapidamente.

Universidade de Liège - Bélgica

Notre Dame des Bruyères – Salas de Operações

Este teste foi efetuado em partículas e em unidades formadoras de colônias/ bactérias

A MedicCleanAir® primeiro instalou 2 dispositivos na sala de operações e depois uma unidade ISO para criar pressão positiva. O hospital não alterou nenhuma outra configuração da ventilação já existente, AC ou quaisquer outros aparelhos (apesar de ter sido pedido que fossem limpos devidamente)

Resultados com os dispositivos MedicCleanAir®
Contagem de partículas de 8.297.495/m3 até 112.190/m3 (99% de redução)
Contagem de UFCS: redução de 31 UFC até 0 UFC (100% de eficácia)
A sala de operações foi (sem serem necessárias medidas ou mudanças adicionais aos dispositivos MedicCleanAir®) reclassificada para classe ISO 7.

Centro médico cardiovascular Shahid-Rajai

:Centro médico cardiovascular Shahid-Rajai , Irã, Universidade de Ciências Médicas: sala de operações

Para este teste, efetuaram-se medições de partículas num das salas de operações. Havia 4 professores envolvidos, incluindo o Decano do Centro Cirúrgico Havia apenas 1 dispositivo MedicCleanAir® instalado na sala de operações e as medições foram feitas após apenas 10 minutos. Apesar de 10 minutos ser muito pouco tempo para efetuar medições, os resultados foram claros:

Resultados com os dispositivos MedicCleanAir®
Redução de cerca de 80% de partículas de todos os formatos: 0.3 – 0.5 – 0.7 – 1.0 – 2.0 – 5.0 µm

The Apollo Clinic – Ahmedabad – Índia

O dispositivo MedicCleanAir® foi colocado na UTI ao lado da sala de operações. A UTI está equipada com um aparelho de ar condicionado já existente, que insere ar vindo do exterior para o interior da UTI sem pré-filtragem significativa. (não havia AC integrado)

Resultados com os dispositivos MedicCleanAir®
Reduções graças à MedicCleanAir®:
até ZERO CFU (0) com exceção dos instrumentos.

Wockhardt Hospital - Surat - Índia

O dispositivo MedicCleanAir® foi colocado na sala de operações n° 2. – apenas um dispositivo, apesar de a MedicCleanAir® aconselhar sempre a instalação de dois dispositivos no interior de salas de operações.
O sistema de fluxo laminar contaminava severamente a sala de operações. Apesar de um pedido ter sido feito, não tinham sido feitas limpezas e os parâmetros normais de ventilação não foram alterados.

Resultados com os dispositivos MedicCleanAir®
Redução entre 60 a 80% para partículas de 0.5 mícrons até 5 mícrons– Classificação da Sala de Operações com os dispositivos MedicCleanAir®: ISO 6

Informação Geral

Organizações técnicas de apoio
Filtec Prüflabor FFL AG – Suíça
V.I.T.O - Belgo Nuclear – Bélgica – Chefe do Laboratório
Universidade de Leuven – Bélgica – Prof. Dr. Bart Nicolaï
MedicCleanAir® – Bélgica & Suíça

Organizações médicas de apoio

Organizações que publicaram estudos clínicos, médicos e/ou científicos realizados com Dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir®:

Publicado em "A Sociedade de Infecção Hospitalar 2000"

Publicado em "Transplante de Medula Óssea 2002"

Apresentado no Congresso Internacional do Instituto Alemão para a Higiene Hospitalar 2006 (DGKH)

Publicado pelo Instituto Nacional de luta contra o cancro em Itália, 2002

Publicado na Revista do Instituto Nacional para a Tuberculose Bélgica 2005

Apresentado no Congresso Europeu da Microbiologia e Doenças Infecciosas / Stockholm 2000

Apresentado no Congresso Internacional de Pediatria e Imunologia / Bruxelas 2000

Publicado em Noso Info Belgium – Belgian Infection Control Society 2000

Publicado em "The Epidemiologisch Bulletin" da Comunidade Flamenga 2000

Resumo

A maior segurança técnica e apoio médico que se podem dar

Como já foi referido pelo CDC [Centro para Controle e Prevenção de Doenças], as únicas fontes confiáveis sobre as quais apoiar as decisões relativas ao controle de infecções são os vários estudos médicos e organizações técnicas que provam que um determinado dispositivo é eficaz e eficiente. Todas as outras declarações e panfletos informativos dos fabricantes não têm qualquer valor e não oferecem qualquer garantia.

Estamos certos que as informações acima lhe darão satisfação em relação à capacidade e eficácia dos nossos dispositivos portáteis HEPA da MedicCleanAir®.